Existem várias formas de se investir em imóveis sem necessariamente precisar comprar um. É possível aplicar em: Fundos de Investimento, Letras de Crédito e Certificados de Recebíveis e no formato Peer to Peer.

Investir em imóvel é garantia de estabilidade financeira!”. Se você nunca ouviu essa afirmação na vida, volte duas casas porque você não viveu direito ?

Brincadeiras à parte, se tem uma convicção que não muda neste país, é a de que investir em imóvel é uma decisão acertada. 

Já as formas de se fazer isso mudaram e muito:  para começar, não é preciso comprar um imóvel para se investir em imóveis

Isso mesmo! Se você quer aplicar no segmento imobiliário, existem muitas outras opções com menos riscos e maior rentabilidade do que simplesmente comprar um prédio ou terreno para vender ou locar. 

E é sobre essas opções que vamos falar neste conteúdo!

Aqui você vai ver sobre:

  • FII – Fundo de Investimento Imobiliário;
  • LCI  – Letra de Crédito Imobiliário;
  • CRI – Certificado de Recebíveis Imobiliário;
  • LIG – Letra Imobiliária Garantida;
  • Peer to Peer Imobiliário.

Vamos lá?

FII – Fundo de Investimento Imobiliário

Com esta opção, ao invés de se comprar um imóvel e pagar seu custo integral, você adquire cotas de fundos imobiliários. A liquidez é maior e você não precisa se preocupar com os custos de ter um imóvel, como impostos e manutenção, por exemplo.

Porém o rendimento não é fixo. Quando se investe em um FII, o retorno irá depender da situação dos imóveis do fundo. 

Fatores como taxa de vacância (período que o imóvel passa vazio) e inadimplência, por exemplo, podem afetar o rendimento. Por este motivo, este formato é considerado um investimento de renda variável.

LCI  – Letra de Crédito Imobiliário

Letras de Crédito Imobiliário (LCI) são títulos que as instituições financeiras colocam a disposição de investidores, com o objetivo de captar crédito para ofertar ao setor imobiliário.

A grosso modo, quando um investidor compra títulos de LCI, ele está emprestando dinheiro a instituição financeira, para que esta empreste ao setor imobiliário. Ou seja, ele está investindo no setor de imóveis, só que com a instituição financeira como intermediadora.

Como seu prazo de vencimento pode variar de meses a anos, este formato é mais recomendado para quem busca um retorno de médio a longo prazo, como dois anos ou mais.

Ao contrário do FII, a LCI é um modelo de investimento de renda fixa. Isso porque, no momento da aquisição do título, o investidor já pode saber quanto a aplicação irá render. 

Além disso os investimentos em LCI tem seu retorno assegurado pelo FGC – Fundo Garantidor de Créditos.

CRI – Certificado de Recebíveis Imobiliário

Os CRIs – Certificados de Recebíveis Imobiliários – são títulos ofertados por companhias securitizadoras de créditos imobiliários no mercado financeiro e de capitais. 

Ao adquirir títulos CRI, o investidor já consegue saber qual retorno a aplicação trará, por isso, esse modelo é considerado um formato de renda fixa

Porém, ao contrário dos títulos LCI, os CRIs não têm garantia do FGC. Caso o emissor não pague o rendimento prometido, o investidor pode sair prejudicado.

Além disso, os prazos de vencimento dos investimentos de CRIs são bastante longos, desde poucos anos até mais de uma década. Por isso, para quem precisa de liquidez imediata, esse formato não é o mais indicado. 

LIG – Letra Imobiliária Garantida

A LIG – Letra Imobiliária Garantida – é um título relativamente novo (regulamentado em 2017) emitido, normalmente, por instituições financeiras.

A palavra “garantida”, presente na sigla, se dá pela chamada “dupla proteção dos investimentos”. Isso significa que:  além do balanço da própria instituição emissora, a LIG é garantida por um pacote de créditos imobiliários independentes. Ou seja: mesmo que a instituição financeira quebre, esses créditos poderão cumprir com o pagamento dos investidores. 

Porém, é importante destacar que, embora tenha essas garantias, a LIG não é assegurada pelo FGC.

Quando se investe em LIG, o rendimento já pode ser previsto no momento da aplicação, por isso esse formato é considerado um investimento de Renda Fixa.

Seu funcionamento é parecido com o da LCI, porém com títulos mais acessíveis, ou seja, para aplicar em LIG não precisa ter um grande fundo de crédito.

Seu prazo de vencimento é de no mínimo 2 anos e a carência para resgate é de 12 meses.

Peer to Peer Imobiliário 

O Peer to Peer, ou P2P, Imobiliário, é um formato de investimento no qual investidores podem aplicar diretamente em empresas do segmento imobiliário com o intermédio de uma plataforma digital.

Por conta da estrutura que mantém este formato ser leve e moderna, o P2P imobiliário consegue oferecer a possibilidade de aplicações acessíveis, boa rentabilidade e garantia de retorno.

Este modelo foi criado pela Matchmoney, uma empresa de tecnologia sediada em Campinas que, atualmente, é a única a oferecer essa opção no mercado.

Entre outros detalhes ela oferece:

– A possibilidade de aplicações acessíveis (a partir de mil reais);

– Renda de até 1,5% (mais de 300% do CDI);

– Transparência – é informado a cada investidor o endereço e número de matrícula do(s) imóvel(is) pertencente(s) ao captador no qual ele está investindo;

– Análise de crédito criteriosa – Só são aceitos na plataforma captadores sem qualquer processo ou negativação e com, pelo menos, 12 meses, comprovados sem inadimplência; 

– Segurança – todos os contratos são registrados em cartório e os imóveis avaliados por peritos técnicos a fim de assegurar uma garantia imobiliária de, pelo menos, o dobro do valor captado.

E é isso! Chegamos ao fim deste conteúdo e esperamos que ele tenha te ajudado a ter uma noção mais ampla sobre as possibilidades de investimentos no segmento imobiliário

Vale lembrar que você não precisa escolher apenas um formato. É possível variar e fazer múltiplos investimentos. Desta forma você contempla aplicações diferentes, com vencimentos e rentabilidades variados e tem mais possibilidade de ganhar em qualquer em qualquer cenário.

Gostou deste post? Então fique ligado aqui no nosso blog porque sempre teremos conteúdos educativos sobre o mundo de investimentos para você!


Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter para novidades e promoções exclusivas e ganhe um ebook grátis.