Como atingir a independência financeira: 5 passos básicos e funcionais

Viver de renda é o grande objetivo dos investidores. Mas, para se tornar realidade, é preciso realizar alguns passos essenciais. Descubra agora como atingir a independência financeira.  

Responda rápido: se você optasse por parar de trabalhar hoje, por quanto tempo conseguiria manter, sem receber o salário ou outra renda, o seu padrão de vida atual?

Em um primeiro momento, ao ouvir falar em independência financeira, logo se imagina uma pessoa capaz de, se manter e pagar suas próprias contas. No caso dos jovens, não depender financeiramente de pais e responsáveis é um grande marco.

No entanto, essa definição popular não está totalmente certa. 

Na realidade, uma pessoa independente financeiramente é aquela que possui renda suficiente para não precisar contar com um emprego fixo para manter sua qualidade de vida. 

Não necessariamente ela precisa parar de trabalhar, mas já não depende daquilo para conseguir arcar com seus compromissos. 

No contexto dos investimentos, se conquista a independência financeira quando a rentabilidade das aplicações supera o total de gastos mensais que o investidor possui. Ou seja, quando o patrimônio acumulado comporta todas as despesas e custos. 

Esse poderia facilmente ser o que é popularmente conhecido como deixar o dinheiro trabalhar para você.

Mas, você pode estar se perguntando, como faço para chegar a esse patamar? Apesar de, à primeira vista, essa realidade parecer quase impossível, algumas ações práticas podem ser o segredo de como atingir a independência financeira. 

Veja abaixo como simples atitudes como manter um planejamento financeiro e escolher investimentos inteligentes podem te colocar alguns passos mais próximos de uma “aposentadoria”.  

1. Desenvolva um planejamento financeiro

O primeiro passo para conquistar a independência financeira é criar um bom planejamento para suas finanças. 

Segundo um levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em 2020, 48% dos consumidores brasileiros não controlam o seu orçamento financeiro.

Por isso, por mais que essa dica possa parecer básica quando falamos em como atingir a independência financeira, fica claro que o planejamento e controle das finanças ainda é uma prática que poucas pessoas têm. 

Vamos imaginar uma situação: com as férias se aproximando, você decide planejar uma viagem em família. Então, você começa a estudar a viabilidade do passeio e estruturar um planejamento. 

O primeiro passo, nesse caso, é descobrir como chegar ao destino escolhido. Ou seja: você precisa saber onde está e para onde quer ir para, então, descobrir qual a melhor rota e meio de transporte.

Quando falamos em planejamento financeiro, a lógica é a mesma. Ao planejar as finanças, é possível ver claramente qual a sua situação atual, como você quer estar daqui a alguns meses ou anos, e o que você precisa fazer — ou deixar de fazer — para chegar lá

Durante o planejamento financeiro, você irá traçar metas para curto, médio e longo prazo. Tudo isso, sem medo de encarar seus números, pois entende que, para atingir a independência financeira, é necessário descobrir o valor que o dinheiro tem em sua vida. 

2. Reconheça a realidade das suas finanças

Não dá para falar sobre como atingir a independência financeira sem citar os erros que cometemos durante a vida. Segundo pesquisa do Ibope, apenas 21% da população brasileira afirma ter recebido alguma educação financeira na infância

Isso significa, então, que quando o assunto é dinheiro, muitas pessoas acabam cometendo falhas que as fazem perder renda, ao invés de encontrar novas formas para ganhar. 

E para que a independência financeira seja uma realidade, um passo essencial é conhecer os números, entender os ganhos e, principalmente, gastos e perdas

Isso não quer dizer que simplesmente ter as contas mensais anotadas é o suficiente. Mas procurar estar no controle absoluto de tudo o que entra, sai e do que está sendo investido. 

Por isso, reconhecer o cenário atual das finanças e desenvolver um orçamento financeiro é o caminho para evitar que erros, que durante muitos anos foram cometidos, continuem se perpetuando. 

3. Faça o controle das suas dívidas

Um dos maiores atrasos que uma pessoa pode encontrar na busca incessante pela independência na área das finanças são as dívidas. Sobretudo aquelas que não são controladas e quitadas em dia.

Realizar a gestão de todos os compromissos que já tem firmado e que você deverá arcar no mês, ou durante os próximos meses, é essencial para desfrutar de uma vida mais confortável.

Assim, para você ter uma visão completa do panorama das suas dívidas, liste tudo o que precisa ser quitado: 

  • financiamento de carro ou imóvel;
  • contas fixas como luz e água;
  • parcela do colégio dos filhos;
  • plano de saúde;
  • uma dívida com um amigo
  • ou qualquer outra questão que precise ser paga. 

Depois, veja o impacto anual de todas essas demandas em seu orçamento

Não deixe de colocar também aqueles gastos que parecem pequenos em primeiro momento, mas, quando somados ao longo do ano, podem fazer uma grande diferença, como acontece nos casos de programas de assinatura, por exemplo. 

Uma vez que esse levantamento é realizado, algumas mudanças acontecem de forma natural: uma baixa nas compras parceladas, cancelamento de alguns itens que parecem simplórios, mas acabam pesando financeiramente e, claro, a eliminação das dívidas.

Leia também: Melhores podcasts sobre finanças: 8 opções para conhecer e aprender a cuidar da vida financeira

4. Busque formas de aumentar seus ganhos

Agora que você sabe o que é independência financeira e está disposto a conquistá-la, é hora de pensar em novas estratégias para aumentar a renda.

Com as dicas citadas acima aplicadas, podemos concluir que você já reconhece a sua situação financeira atual, sabe o que deseja alcançar e qual o prazo para isso. E que, sobretudo, reduziu custos e quitou dívidas.

Então, por mais que o dinheiro já esteja sobrando no final do mês, quando falamos em como atingir a independência financeira, aumentar os ganhos é fundamental durante a jornada. 

O trabalho é a sua principal ferramenta para chegar ao tão sonhado objetivo, afinal, é por meio dele que provém a sua renda enquanto você ainda não está no patamar da independência financeira. 

5. Faça investimentos inteligentes 

Por fim, chegamos à porta da independência financeira: é o momento de começar a investir, de forma inteligente, o seu dinheiro. 

Se a proposta da independência na área das finanças é justamente conseguir viver de renda, o dinheiro que você acumulou com o seu trabalho precisa ser aplicado para trazer bons retornos em rentabilidade. 

Mas, para realizar investimentos inteligentes, é preciso buscar conhecimento e entender o seu perfil de investidor, para descobrir suas condições inegociáveis:

  • Quais seus limites de risco em investimentos? 
  • Quanto você pretende aplicar? 
  • E em relação à liquidez, qual o seu objetivo? 
  • Qual a sua meta pessoal em tempo para atingir a independência financeira?

É preciso que você levante todos os pontos relevantes para, então, realizar os investimentos que fazem sentido para a sua realidade e expectativa. 

Também é fundamental se atentar à diversidade da carteira quando falamos em como atingir a independência financeira. 

Assim, além de proteger o seu patrimônio (se um investimento for mal, você não colocará toda sua renda em perigo), você também terá remunerações de diferentes frentes e com prazos de vencimento distintos. 

Assim, após investir em estudos e muito esforço, é chegada a hora de fazer o seu dinheiro trabalhar por você! 

Leia também: Tesouro Direto e poupança: descubra agora qual a melhor opção para investir

Como atingir independência financeira: o passo principal é investir 

Quando falamos em ter rentabilidade o suficiente para se manter para o resto da vida, quanto antes iniciar os investimentos, mais rápido o seu patrimônio crescerá

Na MatchMoney, você pode começar a investir em renda fixa, com alta rentabilidade e segurança. E ainda pode fazer uma simulação para entender quanto seu capital vai render ao final do período de investimento.

Então, crie sua conta gratuita e comece a investir seus recursos para conquistar a tão sonhada independência financeira.

Author

Head of Digital Marketing & Content na MatchMoney e investidor em evolução.

Comentários