Você sabe o que é aplicação CDB? Entre as inúmeras siglas, títulos e produtos, talvez esse seja um tipo de aplicação do qual todo investidor deveria conhecer. 

O Certificado de Depósito Bancário pode ser uma alternativa rentável para quem procura um local para aplicar sua reserva de emergência, para quem quer iniciar o investimento em renda fixa com segurança ou apenas para aqueles que desejam apostar em uma nova modalidade e diversificar sua carteira. 

Independente da finalidade, ele pode ser um dos produtos mais interessantes para quem está iniciando agora no mercado de investimentos. Abaixo, descubra o que é aplicação em CDB e como funciona na prática. Vamos lá! 

O que é aplicação CDB?

Quando começamos a nos aprofundar em assuntos sobre investimentos, logo nos deparamos com muitas siglas que podem dar um nó na cabeça. Afinal, o que significa CDB?

CDB significa Certificado de Depósito Bancário e é considerado um dos melhores investimentos em renda fixa disponíveis no mercado. O que justifica ser o título de renda fixa mais adquirido por pessoas físicas, segundo informações da B3. 

Mas, você pode estar se perguntando, o que é aplicação CDB? Basicamente, podemos dizer que o CDB é um contrato de empréstimo que uma pessoa física faz ao banco. 

Ou seja, diferente do empréstimo popularmente conhecido, em que as pessoas pegam dinheiro emprestado, na aplicação em CDB é você que empresta o valor aplicado ao banco para ele realizar suas operações financeiras. 

Em grande parte, as aplicações em CDB são empréstimos realizados para fazer novos empréstimos. Afinal, o banco precisa de dinheiro para emprestar dinheiro.

Na prática, para fazer um empréstimo para um cliente tomador de crédito, o banco antes faz um empréstimo com um investidor. 

E como acontece a devolução do recurso investido? Assim como o banco cobra juros pelo empréstimo para tomadores de crédito, ele devolve ao investidor todo o valor aplicado, no prazo determinado, com o acréscimo de juros

Quais tipos de CDB existem no mercado?

Ao optar por aplicar seu recurso em um CDB, você pode escolher entre diferentes modalidades. 

Essa seleção deve ser baseada em seu objetivo, prazo de aplicação e liquidez desejada. Você pode investir nos seguintes CDBs: 

  • CDB prefixado: taxa de juros a ser recebida no vencimento do título acordada no momento da aplicação
  • CDB pós-fixado: rentabilidade varia conforme o indicador (geralmente o CDI) e o investidor recebe um percentual do índice após o período de aplicação
  • CDB híbrido: rentabilidade prefixada e pós-fixada, ou seja, uma taxa de juros fixa e uma parte que varia conforme o índice. 

Como funciona a rentabilidade do CDB?

Agora que você sabe o que é aplicação CDB, chegou a hora de entender como funciona sua rentabilidade.

Para começar, é importante que você saiba que o CDB é um produto de investimento que tem uma rentabilidade próxima ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que, por sua vez, tem uma rentabilidade próxima à taxa Selic.

Ou seja, ao aplicar em CDB, o investidor terá o seu rendimento atrelado a um indicador, sendo o CDI o mais comum, e renderá algo parecido com o que aconteceria em uma aplicação no Tesouro Direto.

Uma excelente oportunidade de diversificar os seus investimentos

Como acontece a cobrança de taxas na aplicação CDB?

Depois de “o que é aplicação CDB”, a maior dúvida de quem está iniciando os investimentos no título é sobre a cobrança de taxas.

Diferente do Tesouro Direto, em que há o custo da taxa de custódia (0,25%), cobrada pela B3, no CDI não há cobrança de taxas

No entanto, em aplicações do CDB, acontece a cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e do Imposto de Renda (IR).

O IOF segue a tabela regressiva e só é cobrado caso o recurso aplicado seja resgatado antes de 30 dias. Ou seja, caso você solicite o resgate no dia 31°, não haverá cobrança. 

Já a cobrança do Imposto de Renda não há como evitar, mas ao menos ela acontece apenas sobre os rendimentos de um investimento, e não sobre o valor total do recurso aplicado.

O IR na aplicação CDB segue a tabela regressiva da Receita Federal, em que a taxa se torna menor à medida que seu investimento é aplicado por mais tempo.

Prazo do investimentoAlíquota do IR (%)
Até 180 dias22,5%
De 181 a 360 dias20%
De 361 a 720 dias17,5%
Mais de 720 dias15%
Tabela do IR para CDBs

Esse detalhe faz com que muitas pessoas pensem que investir na poupança pode ser mais vantajoso por não ter cobrança de IR. Mas, na maioria das vezes, isso não é verdade.

Vamos a um exemplo prático: imagine que você esteja investindo em um produto com rendimento de 100% do CDI (ou seja, praticamente 100% da Taxa Selic) e é cobrado 22,5% de imposto.

Nesse caso, ao tirarmos 22,5% dos 100% de rentabilidade, você continua com uma rentabilidade de 72,5% do CDI. 

Já a poupança, apesar de ser isenta do IR, nesse mesmo exemplo, renderia apenas 70% da Taxa Selic (pois a taxa se encontra em um valor abaixo de 8,5% ao ano).

Além dos 2,5% a mais de rendimento, também é importante lembrar que a caderneta da poupança possui a regra do aniversário de depósito: o investimento apenas apresenta rendimento após 30 dias da data de aplicação. 

Ou seja, se você precisar resgatar o recurso antes da data de depósito, você não terá o rendimento do mês atual

No CDB, você pode recorrer a aplicações de diferentes níveis de liquidez, sendo possível resgatar o investimento assim que necessário sem perder nenhum rendimento.

Agora, para quem vai investir por um tempo maior, o melhor investimento em CDB é aquele que tem sua taxa de pagamento ligada com o IPCA, para que sua aplicação esteja protegida pelo valor da inflação e você não perca dinheiro.

2 maiores benefícios do CDB e porque você deveria aplicar 

Bom, agora que você sabe o que é aplicação CDB, vamos falar de algumas vantagens que podem ser decisivas na hora de decidir pelo título para o investimento dos seus recursos. 

Previsibilidade

Seja na modalidade prefixada ou pós-fixada, a possibilidade de prever o cálculo do juros é uma das maiores e melhores características dos investimentos de renda fixa, e também faz parte dos benefícios do CDB. 

Exatamente por esse quesito, o investimento no CDB pode ser uma alternativa interessante para uma reserva de emergência, sobretudo aqueles que dispõe de liquidez diária. 

Segurança 

A aplicação em CDB possui a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Ou seja, caso o banco quebre e não devolva ao investidor o dinheiro aplicado, o FGC irá garantir o valor de volta até 250 mil por instituição e por CPF. 

Bons motivos para começar a investir, certo? 

Então, se você está pensando em iniciar no mercado de aplicações, mas está com receio de não conseguir uma alta rentabilidade, é hora de conhecer a plataforma da MatchMoney.
Você pode aproveitar o nosso simulador para entender como serão seus ganhos ou criar sua conta gratuita para já começar a investir seus recursos em uma renda fixa muito segura.

Comentários