Investir dinheiro não precisa ser um bicho de sete cabeças. Veja agora algumas dicas de investimento para iniciantes e descubra os melhores produtos para aplicar.

Se o único tipo de investimento que você faz é na caderneta de poupança, você chegou ao conteúdo certo. 

Mesmo cientes de que esse não é o investimento mais vantajoso do mercado, segundo um estudo da Anbima, 88% dos brasileiros guardam dinheiro na poupança

Entre os motivos que levam os brasileiros a utilizar tanto esse tipo de investimento, o levantamento apontou o medo de perder dinheiro, a comodidade, a falta de recursos para investir em outros produtos e o costume.

O que nem todos sabem é que para começar a aplicar de verdade não é necessário muitos recursos. E que deixar o dinheiro guardado na caderneta de poupança pode ser uma forma de perder dinheiro.

Para desmistificar esse medo, hoje vamos apresentar algumas dicas de investimento para iniciantes. Quer aprender a aplicar seu dinheiro com segurança? Então continue a leitura!

5 dicas de investimento para iniciantes que você não pode esquecer

Para começar nossas dicas de investimento para iniciantes, vamos aos passos básicos que toda pessoa que deseja adentrar esse mercado precisa seguir. Vamos lá!

1. Faça um planejamento financeiro: saiba como está o cenário das suas finanças e se organize para começar a aplicar.

2. Defina objetivos para seus investimentos: pense na finalidade das suas aplicações para definir os melhores produtos de acordo com o prazo, segurança e rentabilidade.

3. Separe o valor do investimento no começo do mês: não espere sobrar para depois investir, assim que cair o seu salário mensal, separe o “pagamento” da sua aplicação.

4. Estude sobre investimento: você nunca deve começar a investir sem antes descobrir o terreno que está desbravando, por isso, pesquise sobre os mais diversos tipos de investimento e sobre as variações do mercado.

5. Conheça seu perfil de investidor: entenda quais são os seus parâmetros para segurança e rentabilidade para escolher os produtos que mais condizem com os seus objetivos. 

Qual o melhor tipo de investimento para iniciantes?

Para quem está se aventurando no mundo dos investimentos pela primeira vez, não há dúvidas: a renda fixa é a alternativa mais segura para iniciantes.

Mas o que é um investimento de renda fixa?

Basicamente, um produto de renda fixa é um título emitido por uma instituição, seja ela financeira, como os bancos, ou o próprio governo. 

Sua rentabilidade pode ser completamente previsível, como nos casos de renda fixa prefixada ou ter uma rentabilidade atrelada a um indicador econômico, no caso dos pós-fixados, em que não é possível saber o lucro da aplicação no momento da aquisição de título. 

Independentemente da forma de rentabilidade escolhida, a renda fixa é sempre citada em dicas de investimentos para iniciantes por sua segurança e facilidade

Afinal, o investidor, ao optar por renda fixa, não corre o risco de perder o valor aplicado. Por isso, por mais que sua rentabilidade possa ser um pouco menos lucrativa do que outros tipos de investimentos, a renda fixa compensa em garantia para quem está adentrando no mercado de investimentos.

Leia também: Como fazer reserva de emergência: descubra quanto guardar e onde investir

Opções de investimento rentáveis e seguros para iniciantes 

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um dos produtos mais citados quando falamos em opções de investimento para iniciantes. Criada pelo Tesouro Nacional em parceria com a B3, ele é uma plataforma online de negociação de títulos públicos federais para pessoas físicas.

Ou seja, no Tesouro Direto pessoas comuns podem emprestar dinheiro para o governo, que irá utilizar as aplicações para financiar suas atividades Assim, na data determinada, o investidor receberá os juros pelo empréstimo. 

Um dos pontos principais que fazem as aplicações em Tesouro Direto aparecer na grande maioria de conteúdos sobre dicas de investimento para iniciantes é sua segurança. 

Afinal, para quem está começando a aplicar, conseguir rentabilizar sem correr riscos pode ser um dos aspectos mais importantes.

E os títulos públicos são um dos produtos de investimento mais seguros do mercado, pois são 100% garantidos pelo Tesouro Nacional

Assim, por mais que a rentabilidade não seja a de maior destaque, o fato de conseguir investir sem colocar o patrimônio em risco é muito importante. 

Para aplicar dinheiro no Tesouro Direto, o investidor iniciante pode optar pelos seguintes títulos:

  • Título Prefixado: juros predefinidos durante a compra do título público;
  • Tesouro IPCA+: parte da remuneração prefixada e outra parte na variação do IPCA (inflação);
  • Título Selic: juros pós-fixados com retorno proporcional à Taxa Selic

CDB

O CDB, Certificado de Depósito Bancário, também não pode ficar de fora em um conteúdo sobre dicas de investimento para iniciantes. 

Afinal, além de ser uma modalidade de aplicação muito segura, oferece títulos de valores baixos, mínimo de 1 mil reais para começar a investir.

E como o CDB funciona? Nesse investimento, a pessoa física empresta sua aplicação a um banco, que utiliza o valor para realizar suas operações financeiras. Assim, na data determinada para resgate, o investidor recebe o valor aplicado com o acréscimo de juros. 

Uma dica para conseguir uma rentabilidade interessante em aplicações em CDB é ficar atento ao percentual do indicador utilizado. 

Por exemplo, se o investimento oferece rentabilidade atrelada ao CDI, quanto maior for a porcentagem, maior será o ganho. 

LCA e LCI 

Outras opções de investimento para iniciantes são o LCI e LCA. Não sabe do que se trata? Calma que vamos explicar!

LCI é a sigla para Letra de Crédito Imobiliário, um título emitido por bancos e instituições financeiras em que o dinheiro aplicado é revertido para financiamentos de imóveis.

Já o LCA significa Letra de Crédito do Agronegócio e é utilizado em financiamentos do ramo agropecuário. 

Ambas são produtos excelentes para quem está dando os primeiros passos no mundo do investimento, sobretudo por serem aplicações isentas de tributos, fazendo com que a rentabilidade final seja maior, pois o investidor receberá o rendimento integralmente. 

Além disso, como uma das dicas de investimento para iniciantes, a segurança das aplicações em LCI e LCA são muito interessantes: os dois produtos são garantidos pelo Fundo Garantidor de Crédito, resguardando o patrimônio dos investidores. 

Peer-to-peer lending para imóveis

Assim como o LCI, o p2p lending é outra alternativa para quem deseja investir no ramo imobiliário, sem ser necessário comprar imóveis prontos ou terrenos para vender ou alugar. 

No entanto, diferente do LCI que está totalmente associado à uma instituição financeira, no peer-to-peer imobiliário o investidor pode aplicar diretamente em empresas do segmento, de forma 100% digital. 

Hoje, para aplicar em p2p em imóveis, você pode utilizar a plataforma online da MatchMoney, fundadora do modelo. 

Em nossas aplicações, além da alta rentabilidade, você também pode contar com investimentos acessíveis e muito seguros, pois contamos com a garantia de retorno por meio de imóveis ou recebíveis de imóveis. 

Para conhecer um pouco mais sobre essa opção de investimento para iniciantes, confira nosso guia especial sobre peer-to-peer lending e entenda tudo sobre esse tipo de aplicação. 

Quer começar a investir? Aproveite o simulador da nossa plataforma para descobrir como serão seus ganhos!

Comentários