Procurando alto retorno nos investimentos? Saiba que para isso pode ser necessário correr mais riscos. Veja agora o que é investimento de alto risco e como funciona.

Seu foco nos investimentos é a alta rentabilidade? Você quer conquistar logo a sua independência financeira? Quer que suas aplicações sejam uma fonte de renda passiva? Então, você precisa conhecer o que é investimento de alto risco.

Quando adentramos o mundo dos investimentos, um dos passos mais importantes é entender qual o seu perfil de risco. 

Afinal, o quão adepto a colocar o seu dinheiro em risco você que irá dizer até mesmo quais são os melhores títulos para compor seu portfólio

Os investidores mais conservadores, por exemplo, são aqueles que querem correr o menor risco possível, mesmo que isso signifique sacrificar a rentabilidade.

Para esse grupo, só a ideia de perder dinheiro pode ser motivo para desistir de investir.  

Por outro lado, temos os investidores arrojados (ou agressivos), que entendem e aceitam o fato de que, para conseguir bons resultados, é necessário entrar no jogo e correr riscos, mesmo quando esse risco envolve perder grana. 

Para ambos os extremos, há inúmeros produtos disponíveis no mercado, que cumprem e correspondem exatamente ao que o investidor deseja, seja a segurança ou a alta rentabilidade

E já que nosso papo de hoje é sobre os investimentos de alto risco, ideais para aqueles que sabem que quanto maior o potencial de remuneração, maior será o risco, que conhecer alguns dos melhores investimentos de alto risco para aplicar? Vamos lá! 

O que é investimento de alto risco?

Um investimento de alto risco nada mais é do que uma aplicação em que você possui a oportunidade de aumentar seus ganhos, mas, em contrapartida, coloca a sua aplicação em risco. 

Isso significa que um investimento pode ser considerado de alto risco quando a chance de obter lucro é diretamente proporcional às chances de perder dinheiro

Por mais que alguns investimentos possuam um risco mais elevado, no entanto, não podemos esquecer que não existe um produto no mercado de investimento que não seja arriscado. 

Afinal, se até a poupança, considerada por muitos como o investimento mais seguro, possui a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), isso significa que até lá você pode, sim, perder seus recursos. 

No entanto, quando falamos em alto risco, existem alguns títulos que são muito mais agressivos, especialmente os produtos de renda variável que envolvem uma volatilidade alta, em que ao mesmo tempo que o investidor pode estar ganhando muito, pode acontecer uma perda brusca. 

Vale lembrar que para o investidor que não entende nada do mercado, e nem procura se inteirar, todo investimento pode ser de alto risco, até mesmo a renda fixa

Afinal, é a gestão inteligente dos produtos e da carteira como um todo que irá aumentar as chances de conseguir bons resultados com aplicações financeiras. 

E já que conhecimento é a base para fazer excelentes aportes, e você já sabe o que é um investimento de alto risco, chegou a hora de descobrir alguns títulos interessantes para investir. 

Veja também: Perfil de risco do investidor: tipos e como descobrir o seu para investir melhor

3 melhores investimentos de alto risco para aplicar

Agora que você sabe o que é um investimento de alto risco, chegou a hora de conhecer alguns produtos que podem ser interessantes para o portfólio de aplicações de um investidor arrojado. 

A verdade é que a boa carteira de investimentos é aquela que diversifica na medida certa: diferentes títulos, prazos e, principalmente, diferentes níveis de riscos para não colocar todo o patrimônio em jogo.  

Nesse contexto, conhecer os mais diversos produtos financeiros é indispensável para saber no que aplicar os seus recursos. Por isso, vamos apresentar agora quais os melhores exemplos de investimentos de alto risco para você considerar.

 1. Criptomoedas

Certamente ao descobrir o que é investimento de alto risco, você pode ter se lembrado do Bitcoin ou outras criptomoedas. 

Não à toa, claro, já que esse é um dos mercados mais arriscados para investimentos, indicados excepcionalmente para os investidores arrojados. 

Diferente do que acontece nos investimentos de renda fixa, em que o retorno sobre o investimento está diretamente relacionado ao aporte realizado, no mercado de criptomoeda a volatilidade é a característica mais marcante.

Isso significa que além das mudanças constantes e rápidas, com um pequeno investimento, caso o criptoativo sofra uma valorização, é possível ganhar bastante dinheiro. 

Assim como pode acontecer o contrário, do investidor fazer uma grande aplicação, e acabar perdendo tudo. 

Para estar disposto a correr esse risco, apenas um investidor extremamente arrojado, não é?

2. Ações individuais de empresas

Outro exemplo muito lembrado ao falar sobre o que é investimento de alto risco são as ações. 

Extremamente relacionada ao universo dos investimentos, o mercado acionário é um dos produtos de maior risco, sobretudo para os investidores iniciantes que ainda não estão familiarizados com ele. 

Para os investidores arrojados, as ações de empresas podem ser um caminho de oportunidades, especialmente para as aplicações individuais, em que há menos custos e possibilidade de maior rentabilidade. 

Claro, não podemos esquecer que em todos os melhores investimentos de alto risco, a regra é clara: quanto maior as chances de retorno, maior também será o risco de perder todo o valor. 

Desse modo, o ideal é começar a investir aos poucos no mercado acionário, testando, experimentando e conhecendo antes de fazer altos aportes. 

Além disso, diversificar internamente as ações escolhidas pode ser uma boa estratégia para correr risco sem colocar todo o patrimônio em jogo. 

3. Contratos futuros 

E para finalizar os exemplos de investimentos de alto risco, temos os contratos futuros, ou mercado futuro, como também é chamado. 

Como o nome sugere, o contrato futuro é um investimento pensado mais para frente, no futuro, em que não é possível ter garantias de nada

Assim, o investimento no mercado futuro é a compra de papéis que estabelece um valor a ser pago pelo ativo, que só será recebido no futuro. 

Na prática, isso significa que você pode comprar um ativo por X e vendê-lo por 2X no futuro. 

No entanto, o cenário contrário também pode acontecer, em que você acabe saindo no prejuízo por uma desvalorização do produto, e precise vendê-lo por um valor muito abaixo do que foi pago no momento da compra. 

Diversifique sua carteira de investimentos com a MatchMoney 

Não importa o quão adepto ao risco você seja, uma boa carteira de investimentos só é possível quando há diversificação — e isso significa ter produtos de renda fixa e variável, de diferentes prazos e diversos cálculos de rentabilidade. 

Por isso, por mais que você se identifique como um investidor arrojado, você não pode deixar de incluir alguns títulos estratégicos de renda fixa em seu portfólio

Para isso, nossa indicação é o investimento no mercado imobiliário, por meio do peer-to-peer lending, que você pode fazer com a MatchMoney. 

Assim, além de diversificar, você ainda pode investir em imóveis, com garantia e alto retorno, de forma segura e rápida. 

Quer saber mais sobre isso? Então crie sua conta em nossa plataforma e veja como o investimento funciona na prática.

Author

Head of Digital Marketing & Content na MatchMoney e investidor em evolução.

Comentários