Para os investidores mais conservadores, os títulos de renda fixa mais populares já são muito conhecidos. Se você está começando a aplicar, descubra quais são eles. 

Ao começar a investir, para muitas pessoas, só pensar na possibilidade de perder dinheiro já é motivo para desistir

Geralmente, isso acontece porque o mundo dos investimentos, na cabeça de muitos que ainda não conhecem o mercado, se resume às ações. 

No entanto, o que nem todos imaginam é que é possível realizar investimentos que oferecem rentabilidade (ainda que menor), sem colocar o patrimônio em risco, com outros produtos. 

Esse é o caso dos títulos de renda fixa, uma das modalidades de investimento mais indicadas para quem está iniciando no mercado ou para aqueles que procuram como principal atributo a segurança.

Se você se sente parte desse grupo, então chegou a hora de entender como funciona e descobrir os títulos de renda fixa mais populares. Vamos lá! 

O que é título de renda fixa? 

Para começar, pode ser que você nunca tenha, de fato, pesquisado sobre investimentos e nem conheça ninguém que já tenha o hábito de investir. Desse modo, o que é título de renda fixa pode ser uma incógnita para você. 

Então, vamos conceituar! Afinal, o que é título de renda fixa?

Basicamente, um título de renda fixa é um investimento em que é possível saber como seu dinheiro irá render, antes de fazer a aplicação. 

Em geral, a renda fixa costuma ser a porta de entrada para quem está iniciando no mercado financeiro, especialmente para quem deseja abrir mão de vez da poupança, mas não é uma exclusividade para iniciantes. 

Na realidade, a renda fixa é uma excelente modalidade para diversificar o portfólio de investimento, mantendo parte do seu patrimônio em segurança.  

Assim, ao aplicar em títulos de renda fixa, o investidor consegue entender como o valor irá retornar em rendimentos. 

Isso não significa, por exemplo, que você sempre terá uma previsão 100% exata da rentabilidade, mas a regra de cálculo dos ganhos é fixa e irá seguir o que foi informado no momento da aplicação.

Além dessa vantagem de uma maior previsibilidade, grande parte dos produtos, especialmente os títulos de renda fixa mais populares, também possuem um benefício a mais: a garantia do Fundo de Crédito Garantidor (FGC), uma forma de resguardar o investidor — e que não é uma realidade dos produtos de renda variável

Quais os tipos de títulos de renda fixa?

É possível ao investidor comprar os títulos de renda fixa mais populares privados ou públicos.

O primeiro grupo são títulos emitidos, como o nome sugere, por instituições privadas, como os bancos, instituições financeiras e empresas em geral. 

Já os títulos públicos são aqueles emitidos pelo governo. Nesse caso, o investidor empresta dinheiro para o governo, que o utiliza para custear suas atividades, e recebe o valor aplicado acrescido de juros.

Em ambos os títulos de renda fixa, existem diferentes tipos de regras de rentabilidade que o produto pode oferecer: prefixada, pós-fixada e híbrida.

Os títulos prefixados são os que possuem a rentabilidade determinada no momento da compra. Já os pós-fixados são títulos que apresentam a regra de rentabilidade, mas os juros não são determinados anteriormente. 

Isso acontece porque essas aplicações são associadas a outros índices, e dependem da variação do indicador no período do investimento para que os ganhos sejam calculados. Entre os títulos de renda fixa mais populares em prefixados, a taxa DI ou CDI é o indicador mais comum. 

Por fim, temos os títulos híbridos, que possuem remuneração parte prefixada e parte pós-fixada. 

Títulos de renda fixa mais populares para investir

Agora que você já entendeu o que é título de renda fixa e quais os tipos, confira os títulos de renda fixa mais populares entre os investidores e veja como funciona cada um. 

Tesouro Direto

Entre os títulos de renda fixa mais populares, os ofertados pelo Tesouro Direto, a plataforma de negociações de títulos públicos federais do Tesouro Nacional, está no topo da lista.

Existem inúmeras vantagens para se aplicar nos títulos ofertados, como:

  • aporte inicial baixo: é possível começar a investir em títulos do Tesouro Direto a partir de R$30,00;
  • segurança: no mercado de investimentos, os títulos do governo são considerados os mais seguros, pois são garantidos pelo próprio Tesouro Nacional;
  • liquidez: é possível fazer o resgate do valor investido a qualquer momento, pois o governo realiza a recompra do título. Nesse caso, vale ter um pouco de atenção, pois esse resgate antecipado pode comprometer os ganhos. 

Na plataforma, o investidor pode optar por três tipos de aplicações: o Tesouro Selic, Tesouro IPCA e Tesouro Prefixado, e você pode entender mais sobre cada um deles aqui

CDB

O Certificado de Depósito Bancário é um dos títulos de renda fixa mais populares, sendo o mais comprado por pessoas físicas entre os produtos de investimento, segundo a B3

Nesse produto, o investidor realiza um empréstimo de valor para instituições financeiras, que utilizam o recurso para custear suas operações bancárias.

No momento da compra do título, o investidor consegue conferir:

  • se o título é prefixado, pós-fixado ou híbrido;
  • a taxa de juros ou índice aplicado no cálculo da rentabilidade;
  • a liquidez do investimento (nem todos possuem liquidez diária).

Uma grande vantagem do CDB, sobretudo em relação aos produtos de renda variável, é que o investimento possui garantia do FGC, protegendo até R$250 mil por CRP ou CNPJ, e R$1 milhão por pessoa ou empresa no prazo de 4 anos. 

Letra de Câmbio 

O LC é outro título de renda fixa muito conhecido. Assim como outros produtos, ele é considerado parte dessa modalidade de investimentos pois é possível analisar o cálculo de rendimentos aplicado antes de realizar a compra.

O que muda, no entanto, é a finalidade do recurso investido: as financeiras, que realizam a venda dos títulos, utilizam o valor para financiar suas atividades. Em troca, o investidor recebe o recurso aplicado somado à rentabilidade preestabelecida. 

LCI e LCA

Por fim, entre os títulos de renda fixa mais populares temos o combo LCI e LCA. 

As LCI, ou Letra de Crédito Imobiliário, são títulos emitidos por bancos para levantar recursos que, posteriormente, serão repassados em financiamentos e empréstimos realizados no setor imobiliário

Já a Letra de Crédito do Agronegócio, as LCA, são títulos que funcionam de forma muito similar, mas com finalidade diferente: o valor captado em títulos é utilizado no setor de agronegócio.

Uma grande vantagem das LCI e LCA, que as tornam alguns dos títulos de renda fixa mais populares entre os brasileiros, é que ambas são isentas do Imposto de Renda. Garantindo, assim, que o rendimento voltará integralmente para o investidor. 

E, aí? O que achou das nossas listas de títulos de renda fixa mais populares? Seja você um iniciante no mercado ou apenas um investidor conservador, que prefere prezar pela segurança, os produtos de renda fixa são sempre boas opções.

E além dos citados acima, você também pode incluir a MatchMoney em sua seleção! Aqui, você pode aplicar em renda fixa com rentabilidade muito superior à outros produtos do mercado, na modalidade peer-to-peer lending, com garantia!

Quer saber mais? Então crie sua conta gratuita e comece a navegar pela nossa plataforma! 

Author

Head of Digital Marketing & Content na MatchMoney e investidor em evolução.

Comentários